sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Geleia de Figos Maduros

A receita abaixo é com apenas
1 quilo de figos, mas eu fiz 5 vezes 
esta receita pois fiz com 5 quilos
de figos maduros
1 kg de figos maduros
500 g de açúcar
1 pacotinho ou 1 colher (sopa) 
cheia de pectina (dá consistência 
de geleia é um produto natural 
feito de cítricos e maçã)

Corte os figos em pedaços
e coloque em uma panela
grande de preferencia
grossa, adicione 100 ml
de água e leve ao fogo
até que os figos estejam
cozidos. Tire do fogos e
deixe esfriar.
Coloque no copo do liquidificador
e bata até ficar um creme, faça 
isso aos poucos para não forçar
o liquidificador.
Vá colocando os figos moídos
 de volta a panela.

Misturar o açúcar e a pectina 
em uma vasilha
Assim que a massa de figos
estiver fria, misture o açúcar
e a pectina que estavam
na outra vasilha e
e leve ao fogo
Mexendo de vez em quando,
até que comece a ferver, 
dai abaixe o fogo e mexa
até dar ponto.

Para dar ponto, com 
a pectina, leva poucos minutos 
e preserva mais o sabor da 
fruta fresca. Se não usar pectina, 
leva mais tempo no fogo e fica 
parecido com um doce cremoso. 
Coloque a geleia em vidros 
esterilizados. Para maior 
durabilidade, ferva os vidros 
tampados por meia hora. 
Isso cria vácuo e a geleia 
dura mais tempo.







PECTINA
Pectina é uma substancia de 
origem vegetal, presente nas 
frutas, especialmente frutos 
cítricos e na maçã.
É uma substancia geleificante, 
imprescindível no preparo de geleias.
Nutricionalmente é importante 
porque, em nosso organismo, 
juntamente com a água ingerida, 
forma um gel que absorve parte 
da gordura consumida na refeição, 
impedindo o armazenamento 
desta gordura por nosso organismo.

Pectina é que da o aspecto 
gelatinoso (gel) para geleia.


Alguns frutos não possuem pectina. 
Para saber se a fruta contem 
pectina faça o seguinte teste: 
coloque uma colher (sopa) de 
álcool numa xícara, junte uma 
colher (sopa) de suco de fruta, 
se aparecer uma formação 
gelatinosa é porque a fruta 
contem pectina. Caso contrario 
tem que ser adicionada pectina 
caseira ou industrial.
Laranjas e Limões também servem
como uma excelente pectina.


Aqui está o passo a passo de como 
extrair a pectina de da maçã.


Pectina de maçãs:

Esta é uma das melhores pectinas 
caseira 
quando se trata 
de preparar geleias. 

1 kg de maçãs;
1 litro de água.

Higienize muito bem as maçãs.
Pique as maçãs, sem retirar 
as cascas e use as sementes também.

Coloque a água e as frutas, com 
sementes, casca e cabinhos, 
em uma panela e leve para ferver 
por 30 minutos.

Coloque um pano de sacaria (ou 
um pano de prato que seja 
separado para estes momentos) 
em um escorredor e coe esta 
mistura, 
mas não esprema o pano, 
apenas deixe o líquido escoar 
naturalmente pelo filtro.
Dependendo do uso, se espremer 
o pano deixando a polpa das 
maçãs passar, a geleia a ser 
feita ficará turva.
Volte o líquido obtido ao fogo e 
deixe levantar fervura.
Guarde em vidros esterilizados 
e bem fechados.
Na hora de usar, agite muito 
bem o frasco.
Para fazer geleias que não levam 
açúcar, use 60 a 120 ml desta 
pectina para cada 500 ml de polpa 
da fruta escolhida e use adoçante culinário.

Para usar em receitas que levam 
farinha sem glúten, para dar maciez 
e elasticidade às massas, use 
1 colher , das de sopa, de pectina 
para cada 500 g de farinha.

Para não correr o risco de perder 
pectina é melhor já envasá-la 
porcionada, em potinhos com 
capacidade para 40 ou 120 ml, 
de acordo com a quantidade 
que costuma usar de cada vez.
Faça testes até chegar na proporção 
ideal de pectina para a polpa 
da fruta escolhida. 
A quantidade pode variar não 
só pela fruta escolhida, mas 
também pelo paladar pessoal 
(geleias mais firmes ou mais cremosas). 

Prepare a receita de pectina e 
divida-a em 3 potinhos de 120 ml 
ou 9 ou 10 de 40 ml. 
Minha receita rendeu cerca de 
400 ml de pectina.
Mas não se esqueça de uma detalhe 
muito importante: 
esterilizar os vidros antes e depois 
de envasar a pectina.
Guarde-a por até 4 meses, na geladeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário